Plataforma MEC RED e portal do professor: Facilitadores metodológicos para o ensino de educação ambiental

Damiao Sampaio de Sousa, Leornes Chaves Monteiro, Celena da Silva Carlos, Francisco Rogênio da Silva Mendes, Sandro Olímpio Silva Vasconcelos, Márcia Machado Marinho, Hélcio Silva dos Santos, Emmanuel Silva Marinho

Resumo


A utilização das plataformas digitais como MEC RED e Portal do professor promove os interesses dos acadêmicos pelas atividades de usos e adaptações aplicáveis nas salas de aulas para a promoção e sensibilização da educação ambiental, sobretudo, para o desenvolvimento de práticas pedagógicas voltadas ao meio ambiente. Com base nos referenciais teóricos que retratam os usos das ferramentas digitais e tecnologias aplicadas nas práticas educacionais elaboram-se como propostas pedagógicas que ao aplicá-las contribuem para alcançarem as finalidades estabelecidas nos planos de aula e as legislações preconizadas dos programas nacionais de educação ambiental. Este trabalho propõe um levantamento sistemático dos objetos digitais disponíveis na plataforma MEC RED e portal do professor para o ensino da educação ambiental no ensino básico em que a partir dessa análise pode direcionar a realização de novas atividades pedagógicas e que tais atividades propostas visam o conhecimento crítico ambiental e a ampliação do conceito de meio ambiente nas escolas.

Palavras-chave


Plataformas Digitais, Educação Ambiental, Ensino, Formação Docente.

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


Ananias, N. T., & Marin, F. A. D. G. (2014). O trabalho docente no ensino fundamental: o tema água e a educação ambiental em questão. In Congresso Nacional de Formação de Professores (p. 2766-2778). Universidade Estadual Paulista (UNESP). São Paulo, SP, Brasil.

Ariza, L. G. A., Schmidt, Â. A. B., & Lima, E. P. (2016). Tecnologias Digitais: A Educação a Distância e a Educação Ambiental. Tecné, Episteme y Didaxis: TED. 1170-1175. https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/TED/article/view/4720.

Bedin, E., & Barwaldt, R. (2014). Tecnologia da informação e comunicação no contexto escolar: interações à luz da sustentabilidade ambiental no viés das redes sociais. RENOTE-Revista Novas Tecnologias na Educação, 12(1), 1-10.

Bielschowsky, C. E., & Prata, C. L. (2010). Portal educacional do professor do Brasil. Revista de educación, 352, 617-637. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000013441.pdf.

BRASIL (2005). Ministério do Meio Ambiente. Diretoria de Educação Ambiental/Ministério da Educação e Cultura. Coordenação Geral de Educação Ambiental. Programa Nacional de Educação Ambiental – ProNEA. Brasília: MMA.DEA/MEC.CGEA, 2005. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/educacaoambiental/pronea3.pdf.

Cysneiros, P. G. (2003). Fenomenologia das novas tecnologias na educação. Revista Entreideias: educação, cultura e sociedade, 8(7), 89-107.

Cysneiros, P. G. (2010). Interação, tecnologias e Educação. Texto impresso. Disponível em: https://bityli.com/W4NmJ.

Da Costa, M. C. R., Da Silva Rodrigues, M. R. A., Da Silva Mendes, F. R., Vasconcelos, S. O. S., Medeiros, N. D. F. M., Marinho, M. M., & Marinho, E. E. S. (2020). Contextualização do uso racional da água pelas escolas públicas de Limoeiro do Norte (Ceará–Brasil): Experiência formativa na Extensão Universitária. Revista Brasileira de Meio Ambiente, 8(1), 30-42.

Da Silva, J. A. D., & Nery, A. S. D. (2019). Uma proposta de uso da plataforma Wiki Aves como um facilitador na aprendizagem de temas ambientais relacionados à ornitologia. Revista Thema, 16(3), 607-616.

De Lima Santiago, M. T., De Sousa, D. S., Da Costa, M. C. R., Mendes, F. R. D. S., Marinho, M. M., Vasconcelos, S. O. S., & Marinho, E. S. (2021). Educação ambiental nas escolas de ensino fundamental do município de Jaguaruana (Ceará). Educação Ambiental (Brasil), 2(1), 78-89.

De Sousa, D. S., Da Silva Mendes, F. R., Marinho, M. M., Vasconcelos, S. O. S., & Marinho, E. S. (2020). Utilização de animações como metodologia ativa no ensino da Educação Ambiental. Educação Ambiental (Brasil), 1(3), 53-64.

Faria, E. T. (2004). O professor e as novas tecnologias. Ser professor, 4, 57-72. Disponível: https://aprendentes.pbworks.com/f/prof_e_a_tecnol_5%5B1%5D.pdf.

Fiuza, D. Q. R., Muller, L., Arruda, A. P., & Machado, A. O. (2014). Uso de objetos de aprendizagem digital para flexibilizar o conhecimento e potencializar a autonomia do aprendizado no ensino da educação ambiental. Electronic Journal of Management, Education and Environmental Technology (REGET), 18(1), 583-596.

Freitas, N. T. A., & Marin, F. A. D. G. (2015). Educação ambiental e água: concepções e práticas educativas em escolas municipais. Nuances: estudos sobre Educação, 26, 234-253.

Gallo, P., & PINTO, M. D. G. (2010). Professor, esse é o objeto virtual de aprendizagem. Revista Tecnologias na Educação, 2(1), 1-12. Disponível em:

Hoelfemann, C. (2016). O uso dos jogos digitais educacionais no processo de ensino e aprendizagem. Relatório do Trabalho de Conclusão do Curso de Pós-graduação de Especialização em Educação na Cultura Digital da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Brasil, 49.

Moran, J. M. (2005a). Tendências da educação online no Brasil. Educação corporativa e educação a distância. Rio de Janeiro: Editora Qualitymark. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/educacao_online/tendencias.pdf.

Moran, J. M. (2005b). A integração das tecnologias na educação. Salto para o Futuro, 204. Disponível em: http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/tecnologias_eduacacao/integracao.pdf.

Nunes, P. R., & Chaves, A. C. L. (2017). Ciano quiz: um jogo digital sobre cianobactérias como instrumento para a educação ambiental no ensino médio. Revista Ciências & Ideias, 7(3), 324-349.

Planalto (1999). Lei nº 9.795 de 1999 – Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm.

Quartiero, E. M. (2007). Da máquina de ensinar à máquina de aprender: Pesquisas em tecnologia educacional. Vertentes (São João Del-Rei), 29, 51-62.

Rodrigues, G. S. D. S. C., & Colesanti, M. T. (2008). Educação ambiental e as novas tecnologias de informação e comunicação. Sociedade & Natureza, 20(1), 51-66.

Silva, L. (2019). Uso dos recursos midiáticos digitais na educação ambiental: Uma proposta. Artigo técnico-científico de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, RN, Brasil, 14. Disponível em: https://memoria.ifrn.edu.br/handle/1044/1761.

Silva, M. M. D. (2018). A confluência entre história e filosofia da ciência e o uso de objetos virtuais de aprendizagem: um estudo de caso na formação docente (Master's thesis, Brasil). Dissertação apresentada à Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, RN, Brasil, 192. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/27134.

Sousa, D. S. D., Ferreira, R. D. S., Vasconcelos, S. O. S., Mendes, F. R. D. S., Medeiros, N. D. F. M., marinho, M. M., & Marinho, E. S. Formação docente e a atividade extensionista- A abordagem da temática água nas escolas públicas do município de Russas-Ce. Revista Brasileira de Assuntos Interdisciplinares- REBAI, 7(1), p. 41–60.

Vasconcelos, S. O. S., & Marinho, E. S. (2017). Estágio supervisionado do curso de licenciatura em computação: Perspectivas para formação e experimentação docente. Redin-Revista Educacional Interdisciplinar, 6(1), 2-10.

Viana, H. B., Silva, G. D. O. L., & DINIGRE, W. (2018). Experiências de formação e atuação docente com utilização de tecnologias. Revista Tecnologia Educacional, 17(222), 27-37.

Zavam, A., & Paiva, L. R. (2012). Ferramentas digitais e formação de professores. Educação & Tecnologia, 16(3), 48-58.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Damiao Sampaio de Sousa, Leornes Chaves Monteiro, Celena da Silva Carlos, Francisco Rogênio da Silva Mendes, Sandro Olímpio Silva Vasconcelos, Márcia Machado Marinho, Hélcio Silva dos Santos, Emmanuel Silva Marinho

ISSN: 2675-3782

Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn