Educação ambiental nas escolas de ensino fundamental do município de Jaguaruana (Ceará)

Márcia Tallia de Lima Santiago, Damiao Sampaio de Sousa, Mara Célia Rodrigues da Costa, Francisco Rogênio Da Silva Mendes, Márcia Machado Marinho, Sando Olímpio Silva Vasconcelos, Emmanuel Silva Marinho

Resumo


DOI

 

R E S U M O

A água é indispensável para a sobrevivência à vida na terra, plantas e humanos, porém apesar da grandeza e importância desse recurso, ainda é possível notar o desprezo e descuido com os rios, lagos, e praia, pois segundos estudos realizados no Brasil, anualmente são coletados cerca de dois milhões de toneladas de resíduos sólidos. Com base nesses dados, a Educação Ambiental alcança mais espaço quando a temática água é abordada na sociedade, principalmente relacionada no ambiente escolar, visto que seu principal objetivo é a conscientização de todos, gerando assim, uma qualidade de vida e um equilíbrio entre os dois, melhorando ao logo dos anos. Esse trabalho refere-se ao um estudo feito com base nos resultados de questionários realizados com professores de ciências em escolas do ensino fundamental no município de Jaguaruana-CE. O questionário realizado discute sobre a existência de projetos educacionais, eventos realizados sobre o tema águas nas escolas, as principais dificuldades e desafios em abordar tal tema em sala de aula. Baseado nas respostas do questionário realizado foi possível constatar que nas sete escolas, apenas três não há a existência de eventos específicos sobre o tema água, contudo, em todas há períodos onde o tema é abordado com mais intensidade.

 

Palavras-Chaves: Educação Ambiental. Meio Ambiente. Escolas. Docência. Água.

 

Environmental education in fundamental schools in the city of Jaguaruana (Brazil)

 

A B S T R A C T

 

Water is indispensable for the survival of animals, plants and humans, however despite the greatness and importance of this resource, it is still possible to notice the contempt and carelessness with rivers, lakes, and the beach, as second studies carried out in Brazil, annually are collected about two million tons of waste. Based on these data, Environmental Education gains more space when the theme of water is addressed in society, mainly related to the school environment, since its main objective is the awareness of all, thus generating a quality of life and a balance between the two, improving over the years. This work refers to a study based on the results of questionnaires conducted with science teachers in elementary schools in the city of Jaguaruana-CE. The questionnaire carried out discusses the existence of educational projects, events held on the theme of water in schools, the main difficulties and challenges in addressing this theme in the classroom. Based on the responses to the questionnaire, it was found that in the seven schools, only three do not have specific events on the water theme, however, in all of them there are periods when the theme is addressed with more intensity.

 

Keywords: Environmental Education. Environment. Schools. Teaching. Waters.


Palavras-chave


Educação Ambiental. Meio Ambiente. Escolas. Docência. Água

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Emendas Constitucionais de Revisão. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm#art225. Acesso em: 15 set. 2020.

BRASIL. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal, e altera o art. 1º da Lei nº 8.001, de 13 de março de 1990, que modificou a Lei nº 7.990, de 28 de dezembro de 1989. Disponível em: . Acesso em: 10. Novem. 2020.

BRASIL. Lei n° 9.795/1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial da União. Disponível em: . Acesso em: 22. Junho. 2020.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Educação (Programa Nacional de Educação Ambiental) ProNEA. 3ª. ed. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. p. 105.

PORTAL EDUCAÇÃO (2020). Conferência de Tbilisi (1977). São Paulo, SP. Disponível em: . Acesso em: 02. Julho. 2020.

COSTA, M.C.R. et al., (2020). Contextualização do uso racional da água pelas escolas públicas de Limoeiro do Norte (Ceará - Brasil): Experiência formativa na Extensão Universitária. Revista Brasileira de Meio Ambiente, v.8, n.1, p.30-42.

CRUZADA AMAADECE (2009). Cruzada Umaadece em Jaguaruana. Jaguaruana, Ce. Disponível em: < https://blogcruzadaumaadece.wordpress.com/tag/jaguaruana/>. Acesso em: 02. Julho. 2020.

DIAS, G. F. (1991). Educação ambiental: princípios e prática. Brasília, v. 10, n. 49. Jan/mar.

EFFTING, T. R (2007). Educação Ambiental nas Escolas Públicas: Realidade e Desafios. Marechal Cândido Rondon. Monografia (Pós Graduação em “LatuSensu” Planejamento Para o Desenvolvimento Sustentável) – Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, PR, Brasil.

GODOY, A.S., (1995) Pesquisa qualitativa tipo fundamentais. Revista de Administração de Empresas-RAE, São Paulo, v.35, n.3, p. 20-29, Mai/Jun.1995.

GUEDES, J. C. D. S. (2006). Educação ambiental nas escolas de ensino fundamental: estudo de caso. Garanhuns: Ed. do autor, v. 83, p. 3322-3222.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE) (2020.). IBGE cidades. Fortaleza, Ce. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ce/jaguaruana/panorama >. Acesso em: Acesso em: 02. Julho. 2020.

LETRAS AMBIENTAIS (2020). Radiografia da seca nos estados do nordeste, em janeiro de 2020. Maceió, Al. Disponível em: https://letrasambientais.org.br/posts/radiografia-da-seca-nos-estados-do-nordeste,-em-janeiro-de-2020. Acesso em: 10 out. 2020.

LIMA, W. (2004). Aprendizagem e classificação social: um desafio aos conceitos. Ln Fórum Crítico da Educação: Revista do ISEP/Programa de Mestrado em Ciências Pedagógicas. v. 3, n. 1, out. 2004. Disponível em: http://www.isep.com.br/FORUM5.pdf. Acesso em: 16 Jul. 2020.

MARCONI, M. D., LAKATOS, E. (2003). Fundamento de Metodologia Cientifica (5 ed.). São Paulo: Atlas.

MELO, S. S. (2007). Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília, DF: UNESCO. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/publicacao3.pdf. Acessado em: 16 Jul. 2020.

SANTOS, E. M; FARIA, L. C. M. (2004). O educador e o olhar antropológico. Fórum Crítico da Educação: Revista do ISEP/Programa de Mestrado em Ciências Pedagógicas. v. 3, n. 1, out. 2004. Disponível em < https://dialnet.unirioja.es/ejemplar/99354>. Acesso em: 17 Jul. 2020.

SANTOS, S.P., GARDOLINSKI, T. H. A. (2013). A importância da educação ambiental nas escolas para a construção de uma sociedade sustentável. IV Conferência Nacional infanto-juvenil pelo meio ambiente, Curitiba, PR, Brasil, 17.

SILVA, G. L. (2017). Promovendo educação ambiental, através da conscientização do consumo de água nas escolas do município de São Bernardo. Dissertação de mestrado em Ciências Naturais, Universidade Federal do Maranhão, Maranhão, MA, Brasil.

SORRENTINO, M. et al. (2005). Educação ambiental como política pública. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 2, p. 285-299.

SOUSA, D. S. D et al., (2020). Formação docente e atividade extensionista: A abordagem da temática água nas escolas públicas do município de Russas-CE. Revista Brasileira de Assuntos Interdisciplinares – REBAI, v.7, n.1, p. 41-60.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Damiao Sampaio de Sousa, Márcia Tallia de Lima Santiago, Mara Célia Rodrigues da Costa, Francisco Rogênio Da Silva Mendes, Márcia Machado Marinho, Sando Olímpio Silva Vasconcelos, Emmanuel Silva Marinho

ISSN: 2675-3782

Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn