Ensine a pescar: a instalação de bituqueiras não é o suficiente para o descarte correto de cigarros

Fernanda Ramos Fernandes de Oliveira, Leonardo Querobim Yokoyama

Resumo


Os resíduos sólidos tem sido um problema ambiental amplamente discutido nas últimas décadas devido ao aumento na produção global de lixo e da necessidade de ferramentas que auxiliem na sua diminuição. As bitucas de cigarro estão entre os resíduos mais abundantes em mutirões de limpeza de praias, sendo causadores de impactos ao meio ambiente, como incêndios, contaminação de águas e morte de animais. Dentre as possíveis ferramentas para gestão de resíduos sólidos, a educação ambiental é muito utilizada tanto para diminuição quanto para sua gestão e destinação correta. No caso das bitucas, projetos que envolvam conscientização ambiental e instalação de bitucas tem se mostrado eficiente. Sendo assim, analisamos a quantidade de bitucas de cigarro descartadas em seis pontos na orla da praia de Itanhaém/SP, três pontos controle (sem estação de bituqueiras) e três pontos de tratamento (com instalação de bituqueiras) ao longo de três semanas. Não foi observada diferença significativa no número de bitucas encontradas nos pontos controle e tratamento ou na proporção de bitucas descartadas no chão e nas bituqueiras, entretanto a quantidade encontrada nas bituqueiras foi constante. Concluímos que somente a presença de um local para o descarte correto das bitucas não é o suficiente, sendo necessária outras ferramentas de educação ambiental em conjunto como abordagens, avisos e placas.


Palavras-chave


Bituca, cigarro, Itanhaém, descarte, praia arenosa

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


Araújo, M.C.B. & Costa, M.F. (2019). A critical review of the issue of cigarette butt pollution in coastal environments. Environmental Research, 172, 137-149.

Bello, A. V. (2012). Bitucas de cigarro, riscos ambientais, descarte correto e reciclagem. Trabalho de Conclusão de Curso, Centro Universitário de Brasília, Brasília, DF, Brasil.

BRASIL. (2010). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010: Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Diário Oficial da União, 03 de agosto. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm>. Acessado em março/2020. 2010.

Deus, R.M., Nattistelle, R.A.G.B. & Silva. G.H. (2015). Resíduos sólidos no Brasil: contexto, lacunas e tendências. Engenharia Sanitária e Ambiental. 20(4), 685-698.

Fernandes, A.C.Q., Silva F.S.B & Moura, R.S.C. (2016). Sociedade de consumo e o descarte de resíduos sólidos urbanos: reflexões a partir de um estudo de caso em Pau dos Ferros/RN. GEOTemas. 6(2), 30-47.

Jacobi P.R. & Besen G.R. (2011). Gestão de resíduos sólidos em São Paulo: desafios da sustentabilidade. Estudos Avançados. 25(71), 135-158.

Kaza S., Yao L., Bhada-TaTa P. & Woerden F.V. World Bank Group. (2018). What a Waste 2.0: A Global Snapshot of Solid Waste Management to 2050. Urban Development Series.

Leistikow, B. N., Martin, D. C., & Milano, C. E. (2000). Fire injuries, disasters, and costs from cigarettes and cigarette lights: A global overview. Preventive Medicin. 31, 91- 99.

Miller, M.R. (2017). Understanding Cigarette Butt Littering Behavior on Public Beaches: a Case Study of Jekyll Island, Georgia. Dissertação de mestrado. University of Nebraska, Lincoln, NE, EUA.

Miller, R.M. & Burbach, M.E. (2017). Understanding Cigarette Butt Littering Behavior on a Public Beach: A Case Study of Jekyll Island Georgia. Conservation and Survey Division. 173p.

Neves, L. S. (2013). Rebituque-se: tabagismo e meio ambiente. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade de Brasília. Planaltina, DF, Brasil.

Novotny, T.E., Hardin S.N., Hovda L.R., Novotny D.J., McLean M.K. & Khan S. (2011). Tobacco and cigarette butt consumption in humans and animals. Tobacco Control. 20(1), 17-20.

Ocean Conservancy. (2019). International Coastal Cleanup Report.

Rath, J.M., Rubenstein, R.A., Curry, L.E., Shank, S.E. & Cartwright, J.C. (2012). Cigarette Litter: Smokers’ Attitudes and Behaviors. International Journal of Environmental Research and Public Health. 9, 2189-2203.

Santos, R.C., Barrucho, G.S., Delatorre, A.B., Cunha, I.P.C. & Brito, T.A.F. (2019). Estudo sobre o gerenciamento de resíduos de bituca de cigarro. Anais do 2º Congresso Sul-Americano de Resíduos Sólidos e Sustentabilidade. Foz do Iguaçu - PR.

Sanquetta, C.R. & Anater, M.J.N. (2016). Emissões de CO2 e geração de resíduos pelo consumo de cigarros no Brasil no período de 2006-2012. BIOFIX Scientific Journal. 1(1),33-37.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Fernanda Ramos Fernandes de Oliveira

ISSN: 2675-3782

Revista sob Licença Creative Commons

Language/Idioma
02bandeira-eua01bandeira-ingla
03bandeira-spn